Velha Infância

Outro dia, li um texto que falava sobre como as pessoas romantizam a infância. Todos lembram das brincadeiras, da liberdade, nada para se preocupar, e a longa lista de coisas boas da infância. Ninguém lembra dos machucados dolorosos, dos tapas, das broncas, dos “nãos”. Mas por quê? Eu, sinceramente, lembro muito bem das incontáveis broncas que minha mãe me dava, mas ainda assim tenho muita saudade daqueles tempos. Acredito que é o momento da vida em que – salvas certas circunstâncias como de crianças que sofrem maus tratos – não precisamos ficar manipulando a nossa vida de forma que encontremos a felicidade, a satisfação pessoal. A criança, em geral, vê as situações com facilidade, o que simplifica seu modo de viver. Quer exemplo? Provavelmente você não levava muito tempo para fazer um novo amiguinho, a criança ainda não tem em si os padrões da sociedade totalmente impregnados. Não fica pensando se vai com a cara de outra criança, qual a sua classe social, entre outros aspectos. Em qualquer pessoa pode-se ter um amigo. Essa liberdade é com certeza um dos temperos da felicidade. As broncas e quedas são chatas? São sim. Mas que importa, num mundo de tantas brincadeiras boas e amigos?
Quando crianças, normalmente, convivemos muito mais com a família. E como isso faz falta. Eu já não tenho meu pai e sinto muito sua falta, sendo que a parte de minha vida que mais estive próxima dele foi qual mesmo? Ah, a infância. A gente cresce e acha que não precisa mais de quem está dentro de casa, não é bem assim.
A infância pode não ser uma fase perfeita em nossas vidas, mas acredito que seja tão romantizada pelo simples fato de a criança saber lidar muito melhor com o novo e logo, com as circunstâncias da vida (no caso quedas, broncas e notas baixas rs). Como disse Albert Einstein, “A felicidade não se resume na ausência de problemas, mas sim na sua capacidade de lidar com eles.”.

Anúncios
Velha Infância

Um comentário sobre “Velha Infância

  1. Realmente a infancia é um coisa muito boa,mas por ser boa tudo nela passa rapido,que saudades de minha infancia ,de ser de volta uma criança com o coraçao cheio de esperaça…mas é o ciclo da vida,á momentos bom e ruim,só basta aproveitarmos o tempo em que temos para ser feliz e espalharmos felicidade por onde passamos…bjsss…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s