Falando Sério

Muito se tem falado sobre a eleição do pastor e deputado federal Marco Feliciano como presidente da Comissão dos Direitos Humanos, e sobre isso já deixo minha opinião bem clara: Um absurdo. O deputado mostrou-se racista, homofóbico e sexista, e mesmo tendo provas disso ainda foi capaz de negar. Mas essa questão tornou-se mais que política, virou religiosa.

Feliciano é um pastor evangélico e até aí não vejo problemas, as autoridades tem o direito de ter suas religiões, o fato de o Brasil ser um Estado laico não retira esse direito – muitas pessoas andam confundindo isso. Com toda essa polêmica, os evangélicos, que já vêm sendo mal vistos, agora sofrem enxurradas de ofensas quanto à sua capacidade intelectual, principalmente, o que é de uma puta imensa hipocrisia.

É muito cool hoje em dia falar mal de evangélicos, católicos etc. Eu discordo de muitos dos preceitos dessas religiões, mas não me sinto no direito de discriminar alguém por segui-las, assim como acho que ninguém, independente de religião, deve discriminar outros por cor, gênero, orientação sexual. Seria até contraditório me dizer livre de preconceitos por defender a liberdade de orientação sexual, por exemplo, mas ter preconceito religioso até a ponta do fio de cabelo.

Acredito que esse erro de julgamento ocorre por uma generalização e má representação dos evangélicos na política. Não é porque um Feliciano da vida ofende os homossexuais ou os negros que todos os que tem a mesma fé dele o fazem. Conheço evangélicos que amam e respeitam os homossexuais, não ficam apontando o dedo e soltando blasfêmias contra esses, acreditem.

Ou seja, a questão não é o fato de uma pessoa ser espírita, evangélica ou católica, é o fato de a pessoa ter um bom caráter ou não, e isso é algo que religião não define. Felicianos e Malafaias estão sujando a honra dos evangélicos, usando a religião como desculpa para a falta de respeito e amor ao próximo, o que não faz sentido, já que essas são bases cristãs.

Então vamos começar a respeitar a religião e opinião alheia. Não é porque eu não acredito em muitos dos preceitos cristãos que vou declarar guerra à eles. Mantenham-se firmes em lutar contra ideias preconceituosas, mas tenham em mente que a melhor forma de acabar com um preconceito não é criando outro.

Anúncios
Falando Sério

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s