Amor

Eu não sei se eu te amo. Se eu me importo sempre. Se eu te quero sempre.

Se amor for essa constante, esse desejar e pensar e se preocupar 24/7, aí eu não te amo. Mas se amor for algo mais próximo de lembrar do bem que você me faz, mas não a cada minuto, de não desejar você ardentemente toda hora, mas adorar sua presença e querer sua felicidade acima de tudo, então eu te amo.
Eu não sei ser posse, nem possuir. Talvez isso me confunda, te confunda. Não sei me doar, não sei te receber, mas sinto que a gente junto consegue formar algo muito bom. Talvez não sejamos um, mas dois que juntos -ou separados- formam algo belo e especial.

Anúncios
Amor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s